A Palavra Crucificada

A Palavra Crucificada

Disponível: Em estoque

Autor: Dr. Hugo Schlesinger & Padre Humberto Porto
R$16,00
Icone Calcular Frete Loading
PrazoValor

Livro Usado

A Palavra Crucificada, em mais um lançamento da nova Coleção Bereshit, oferece outro estudo sobre a atraente e controversa figura de Jesus. Um estudo que é fruto do feliz encontro de duas grandes vocações ecuménicas.
saiba mais
Descrição

Detalhes

Quem é Jesus? Um profeta entre tantos outros? Muitos o pensam. Um sábio a mais na linha de Buda ou de Maomé? Alguns param aí.

Recentemente tende-se a torná-lo um libertador político-social; uma de-cocção explosiva de Marx, Lênin, Mao-Tsé Tung. Afinal, não é um pensador tão sério e tão pouco suspeito como Karl Jaspers que vê em Jesus 'o homem mais revolucionário'? Sobre ele, portanto, que marcou mais de vinte séculos de civilização, opiniões e interrogações cruzam-se, convergem ou divergem, mas sempre se renovam.

A figura histórica do mestre galileu aparece nas fontes cristãs sensivelmente retocado pela interpretação teológica. Por força da mesma tendência, a literatura cristã através dos séculos não encontrou outro tipo de abordagem possível, que se distanciasse das intenções apologéticas e querigmáticas reveladas nas páginas do Novo Testamento. A própria filiação de Jesus à tradição judaica, conquanto evidente, não pode, segundo os intérpretes cristãos, ser vista unila-teralmente, de vez que ele de fato assumiu não uma determinada linha do judaísmo, e sim, ecleticamente, diversas tradições judaicas, desenvolvendo-se harmonicamente em sua pregação.

Na opinião dos críticos cristãos, embora fosse consciente de sua missão, Jesus teve o cuidado de não aplicar a si termos explicitamente messiânicos, para não suscitar no povo que o ouvia, e nos discípulos que lhe eram fiéis, ardentes expectativas de domínio político e prosperidade material. Os primeiros cristãos tentaram interpretar-lhe a misteriosa figura através das categorias do judaísmo bíblico, e na reflexão teológica foram buscar os títulos que até os nossos dias definem, segundo a cristologia eclesiástica, a pessoa do rabi de Nazaré. A história da arte cristã procurou expressar os aspectos dessa confissão religiosa, mas não esqueceram os traços naturais do Homem de Nazaré.
Para que possamos adquirir urna ideia concreta e fiel de Jesus, despojada de qualquer artifício místico, é indispensável restituir-se plenamente o caráter de judaicidade. Noutras palavras, o autêntico Jesus de Nazaré era um judeu de seu tempo, e como tal, viveu até o fim de sua existência.

A Palavra Crucificada, em mais um lançamento da nova Coleção Bereshit, oferece outro estudo sobre a atraente e controversa figura de Jesus. Um estudo que é fruto do feliz encontro de duas grandes vocações ecuménicas.
Comentários
Sumário
Cap.  1 A TERRA NATAL 9
Cap.  2 OS ANTEPASSADOS  17
Cap.  3 VÍNCULOS DE ALIANÇA  23
Cap.  4 RITO DE MAIORIDADE 32
Cap.  5 ANOS DE MATURAÇÃO 38
Cap.  6 BANHO ESPIRITUAL  44
Cap.  7 A SEMEADURA DA PALAVRA  49
Cap.  8 LIÇÕES DE ESPERANÇA 54
Cap.  9 INCOMPREENSÕES E RECEIOS 60
Cap. 10 MESTRE E DISCÍPULOS 64
Cap. 11 UMA SÓ LEI 70
Cap. 12 O AMOR DO POVO 77
Cap. 13 MENSAGEM ÉTICA 82
Cap. 14 PRECE FILIAL  91
Cap. 15 MOMENTO HISTÓRICO  103
Cap. 16 MOSAICO DE FACÇÕES  110
Cap. 17 OPÇÃO PELA NÃO-VIOLÊNCIA 120
Cap. 18 A TRADIÇÃO E AS TRADIÇÕES 124
Cap. 19 O DESAFIO DO DESERTO 134
Cap. 20 A CIDADE SANTA 143
Cap. 21 DELÍRIO POPULAR  149
Cap. 22 A CASA DO PAI  156
Cap. 23 A MESA DO ADEUS 162
Cap. 24 CONFRONTO OFICIAL  167
Cap. 25 SENTENÇA DE MORTE  175
Cap. 26 ATITUDE DO POVO  187
Cap. 27 CREPÚSCULO DE SANGUE 192
Cap. 28 TRAÇOS HUMANOS 206
Informações Adicionais
Livro Usado. Textos e gravuras em perfeito estado.

Formato 21 x 14 cm

Editora Imago, 1ª Edição, 1993

224 páginas