Alquimia Secreta do Homem

Alquimia Secreta do Homem

Disponível: Sem estoque

Autor: Prof. Molinero (Yogakrisnanda)

Livro Usado

A ambição dos alquimistas foi sempre a de conseguir ter maior afinidade com o Criador, com o Pai, para poder seguir o seu método característico, a transmutação.
saiba mais
Descrição

Detalhes

'A AMBIÇÃO dos alquimistas foi sempre a de conseguir ter maior afinidade com o Criador, com o Pai, para poderseguir o seu método característico, a transmutação.

Nada se faz de um só vez; tudo necessita de uma evolução. E o lavrador e o jardineiro sabem que o milagre só se realiza pelo veículo do tempo; o transcendental é plantar, pois as flores e os frutos são obra da constância e da transmutação de energias em um avance incansável.

Por isso diz a Bíblia que Deus necessita de sete dias para a criação do mundo, assim como sete eram as pragas do Egito. Mas, por que sempre sete?

Porque o sete é sempre a soma do triângulo mais o quadrado; conceito dos três corpos e os quatro elementos e é o todo e todas as coisas, manifestados no número místico dos sete poderes principais. O sete é um homem de pé, dividido ao meio em seus poderes superiores e inferiores, representando o equilíbrio da cabeça que deve ser sempre mais forte que o tronco e as extremidades. Em algarismos romanos está ele expresso com um yoni e dois lingans e simboliza o equilíbrio em três.'
Comentários
Sumário
Prólogo  7

Capítulo     l — As essências psíquicas  17
Capítulo     2 — Anatomia do espírito  29
Capítulo     3 —  Essências proféticas  37
Capítulo     4 — A essência Transmutadora do todo  41
Capítulo     5 — Do sonho à essência onírica  45
Capítulo     6fS— Essências elementais: O Mana  55
Capítulo     7 — As essências elementais (continuação) 59
Capítulo     8 — Das essências naturais do Homem  65
Capítulo     9 — A essência da Fantasia  75
Capítulo   10 — A essência da fé  79
Capítulo   11 — A essência do Retorno83
Capítulo   12 — A essência da Metempsicose  87
Capítulo   13 — A renúncia ao sofrimento  91
Capítulo   14 — Geometria Oculta  97
Capítulo   15 — A Interpretação do Divino  103
Capítulo   16 — A materialização Divina  107
Capítulo   17 — As Hierarquias Celestias  113
Capítulo   18 — A incorporação do Divino  117
Capítulo   19 — Da Transmutação do nada  121
Capítulo   20 — O poder da absorção  125
Capítulo   21 — As essências da célula viva  131
Capítulo   22 — a célula viva com relação à Força Sulfan  137
Capítulo   23 — A célula viva com relação à Força Polian  141
Capítulo   24 — A célula viva com relação à Força Lápitus  147
Capítulo   25    —   A célula viva com relação à Força Trifí bus  153
Capítulo   26    —   Energia célula viva e suas conclusões 157 
Capítulo   27    —   Do mecanismo da transmutação mágica (Aporta)  163
Capítulo   28    —  A correlação do cosmos com centros de força do cérebro  167
Capítulo   29    —   Dos símbolos ao macrocosmos  173
Capítulo   30    —   Das causas e efeitos  177
Capítulo   31     —   Do corpo mental a Deus  185

Notas complementares  189
Informações Adicionais
Livro USADO. Texto, gravuras e fotografias íntegros. 

Formato 20,7 x 13,8 cm

Editora Ícone, 1993, 4ª Edição

191 páginas