Cabala - O Caminho da Mística Judaica

Cabala - O Caminho da Mística Judaica

Disponível: Sem estoque

Autor: Perle Epstein

Livro Usado

Este livro confirmou minha suspeita inicial de que a Cabala partilha muitos aspectos intrigantes com outras tradições esotéricas. Você irá descobrir, por exemplo, que formas alteradas de respiração, posturas físicas especiais e visualizações complexas...
saiba mais
Descrição

Detalhes

Sinto-me muito à vontade para apresentar esta reedição de Cabala: o caminho da mística judaica, pois ele foi uma influência fecunda e estimulante na minha exploração da Cabala. Em meio ao nebuloso oceano de livros que procuram descrever esse universo exótico, encontrei no trabalho de Perle Epstein um farol iluminando o caminho para a compreensão do que é o misticismo judaico. Sua forte ênfase histórica, as citações diretas de textos sagrados e o uso apropriado de termos hebraicos, tudo me ajudou enormemente no meu empenho em dar sentido a um território vasto e, muitas vezes, enganoso.

Este livro também confirmou minha suspeita inicial de que a Cabala partilha muitos aspectos intrigantes com outras tradições esotéricas. Você irá descobrir, por exemplo, que formas alteradas de respiração, posturas físicas especiais e visualizações complexas estão bastante relacionadas com o misticismo judaico, e não apenas com a ioga ou o taoísmo. Com uma forte sensibilidade ecuménica, a doutora Epstein ressalta, ao longo de todo o trabalho, essas marcantes semelhanças de pensamento e prática.

Escrever este livro em meados da década de 1970 não foi nada fácil. Com exceção das narrativas secas e eruditas de Gershom Scholem e das interpretações estilizadas de Martin Buber das antigas lendas hassídicas, não havia praticamente nada de valor escrito em língua inglesa sobre o assunto. Para alguém desejoso de aprender o sentido mais profundo da Cabala, a situação era bastante desalentadora. Existiam, naturalmente, estudos ocultistas sobre a Cabala, mas cujo valor era (e ainda é) bastante questionável, particularmente para o iniciante. Como dizem os sábios, meias verdades são às vezes mais perigosas que mentiras, e esses livros estão cheios de imprecisões e distorções.

Mas não é esse o caso do trabalho de Perle Epstein. Com uma sólida formação yeshivah, observei imediatamente em seu livro uma real simpatia pelo judaísmo, seu ponto de vista e modo de vida antiquíssimos. Ao contrário de muitos outros estudos sobre essa tradição esotérica, ele comunicava um autentico espírito judaico, e isso me atraiu muito. E ainda atrai. A autora mostra de modo convincente como a ampla estrutura do judaísmo tem oferecido, ao longo dos séculos, o suporte para a expressão mística individual, indo da contemplação dos ensinamentos secretos da Bíblia a oração extática e as técnicas de meditação sobre o alfabeto hebreu. De maneira lúcida, ela mostra que os cabalistas se apoiam no terreno firme da ética em todas as suas atividades: que galgar a escada do céu é sempre uma jornada paciente, passo a passo, em direção ao divino.

No entanto, não há realmente surpresa no fato de Perle Ep-stein transmitir tão bem esse espírito judaico. Criada em Nova York, ela recebeu uma sólida educação em judaísmo tradicional, ou pelo menos tanto quanto possível para unia mulher naquele tempo. Talvez tão importante quanto isso, seu principal instrutor durante muitos anos foi o rabino Aryeh Kaplan, um dos principais intérpretes e tradutores dos textos clássicos da Cabala, cuja morte foi uma grande perda para todos nós. Ele dedicou-lhe horas incontáveis, aguçando sua sensibilidade em relação as sutilezas inerentes aos escritos sagrados e traduzindo-os pessoalmente para o inglês pela primeira vez na história. A Cabala sempre enfatizou que devemos encontrar os melhores instrutores possíveis, e o livro da doutora Epstein mostra que ela seguiu esse princípio a risca.

Sem dúvida, houve uma tremenda explosão de interesse em relação ao misticismo judaico desde que este livro foi lançado. Hoje, felizmente, temos acesso a muito mais informação na. forma de cursos, grupos de estudo e textos básicos bem traduzidos. Uma viva, curiosidade em relação a linha esotérica do judaísmo está crescendo de maneira constante, e isso não se limita apenas a algumas grandes cidades da América do Norte. Em parte como resposta a meus livros e palestras sobre o assunto, recebo quase todo dia correspondência de pessoas de lugares afastados que desejam relacionar-se de maneira mais profunda com o estudo e a prática cabalística. Em todo o planeta, pessoas de todas as religiões e formações culturais estão subitamente sentindo uma intensa atração por esse antigo caminho do conhecimento. Leia, então, o último capítulo de Cabala: o caminho da mística judaica para ter uma visão precisa de como eram as coisas não muito tempo atrás, quando as investigações cabalísticas fora das comunidades hassídicas eram algo bastante individual e solitário.

Mas esta última década de exploração cabalística não ofuscou a relevância do livro da doutora Epstein. Ele continua sendo um guia para o deslumbrante universo do misticismo judaico e enriquece nosso entendimento dessa antiga tradição de sabedoria e conhecimento.

Edward Hoffman, Ph.D.
Comentários
Sumário
Prefácio 

Introdução

I   A vida mística

Capítulo   1. A   fase   preparatória:   o   cultivo   da   Reverência
O jardim oculto — Bahya ben Joseph Ibn Paquda: 'Conheça Deus com o seu coração' — Safed: o Shangri-lá judeu — Os 'treze atributos divinos' de Moses Cor-dovero — A árvore da vida — Isaac Luria: o 'Leão' de Safed-MosVs Luzzatto e seu círculo — Os segredos de Beth El

Capítulo 2. Amor: a jornada até Deus
Advertências ao viajante — Uma visão do Absoluto — O rabino Nehuniah ben Hakana: aproximando-se do Trono de Deus — O Livro da luz — A revelação do corpo cósmico — O aspecto feminino de Deus — Pretendentes apaixonados de Deus

II   Práticas cabalísticas

Capítulo 3. O caminho das esferas
O rabino Simeon bar Yohai e o Zohar — Exercício respiratório do rei Salomão — Meditação sobre o She-ma — A jornada espiritual de Abrahão — Ligação das esferas — Semelhanças com a meditação taoísta

Capítulo 4. O caminho das letras
Abraham Abufalia: mestre do Tzer«/(permutação das letras) — O místico incitador da plebe — Entusiasmo
— Meditação sobre o Nome — Shefa: o influxo divino
— Letras do tamanho de montanhas — Isaac de Ak-ko: 'Mate o ego para a Tora' — Outras reflexões sobre o Tzeruf

Capítulo 5. O caminho do êxtase: o hassidismo
O Baal Shem Tov: humano, prático e sábio — O método hassídico: a oração — Um pregador itinerante torna-se discípulo do Baal Shem Tov — A jornada do hassid através do inconsciente — Três gigantes — As conversas do Rebbe Nachman com Deus — Shneur Zalman: o místico intelectual — Subjugando o eu animal — Erigindo o Shabbat perfeito — Dov Baer de Lu-bavitch: os dez estágios do êxtase

III   Devekuth: subordinação a Deus

Capítulo 6. O caminho de Deus
Profecia — Guias sobrenaturais — O diário secreto de Joseph Caro — A mais alta visão

Epílogo: Ponderações pessoais sobre uma futura cabala

Glossário

Bibliografia
Informações Adicionais
Livro Usado. Texto, gravuras e fotografias íntegros

Formato 21 x 12,5 cm

Editora Círculo do Livro, 1ª Edição, 1992

179 páginas