Hipnose na Prática Clínica

Hipnose na Prática Clínica

Disponível: Sem estoque

Autor: Marlus Vinicius Costa Ferreira
Este é um livro voltado para o exercício e a prática da hipnose. Seu texto, extremamente didático, possibilita com facilidade o estudo dos fundamentos e princípios gerais da hipnose numa primeira etapa, e a sua prática clínica subsequente. (...)
saiba mais
Descrição

Detalhes

Hipnose na Prática Clínica foi elaborado para auxiliar o estudante de hipnose, o médico, o psicólogo e o odontólogo a atuarem clinicamente junto ao paciente. Minha meta foi escrever um livro razoavelmente compreensível, com capítulos de fácil memorização, sem ser exaustivo, mas que auxiliasse a execução da hipnose na prática diária.

Em várias condições clínicas explicito muitas opções de fraseologias para serem Transmitidas ao paciente com o objetivo de proporcionar aos iniciantes modelos a partir dos quais eles possam desenvolver seus próprios estilos para cada condição Unica, especificamente adaptados à realidade de cada paciente. Algumas vezes, a preferência é propiciar alternativas para que o estudante faça a sua escolha. O especialista experiente cria a fraseologia a partir da história clínica e dos aspectos rsicológicos de cada paciente e vai desenvolvendo-a durante a hipnose de acordo com as respostas do próprio paciente.

No Capítulo (8) sobre facilitar a hipnose, sugestionabilidade e suscetibilidade, há um enfoque com opiniões divergentes sobre a existência ou não de um estado especial denominado estado hipnótico ou estado de transe hipnótico ou condição k:?nótica ou simplesmente hipnose.

Nos Capítulos relacionados à hipnose para dormir bem (22), terapia por meio da auto-hipnose (25), hipnoterapia para permanecer afastado das bebidas alcoólicas e técnicas de reprogramação mental para tornar-se e permanecer esbelto (29)] ha instruções detalhadas para elaboração de fita gravada ou disco compacto (CD), apecialmente para o paciente que está diante de você. Muitas vezes, o tratamento pela Upnose é seguido com auto-hipnose, por meio de uma fita gravada personalizada, que o paciente recebe para executá-la diariamente em sua residência. Incluo ainda, mós Capítulos (4) e (27), considerações sobre aspectos da sugestão subliminar, cujas palavras e frases podem ser algumas vezes acrescentadas a uma fita gravada de forma artesanal com fraseologia hipnótica. Nos Capítulos (27) e (29) apresento aspectos de como elaborar uma fita gravada com dupla voz.

Meu contato inicial com a hipnose aconteceu durante minha primeira década de vida, formalmente, quando assistia aos vários espetáculos de mágicos e ilusionistas que incluíam apresentações de hipnose nos seus programas. Aos 13 anos de idade, tínhamos nossa própria companhia, denominada Quarteto Mágico, que também incluía na apresentação números de hipnose e de mnemotecnia. Nessa época, 1958, tive a oportunidade de adquirir meu primeiro livro sobre hipnose, Hypnotism and the power within, escrito pelo médico australiano S.J. Van Pelt, e traduzido para o espanhol com o título VD. y el hipnotismo. Em 1961, fiz o Curso de Hipnotismo do Instituto Haim, de Porto Alegre, cujo grande mérito foi deixar-me totalmente confiante para sua prática. Em 1963, entrei para o curso médico da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Paraná. Durante os seis anos de graduação tive a oportunidade frequente de exercitar a hipnose objetivando minorar o sofrimento dos pacientes ou aumentar a capacidade de aprendizado para estudantes que iriam prestar o exame vestibular. Em 1969, tive a oportunidade de aprender eletroencefalografia no Departamento de Neurologia do Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, USP, o que favoreceu, posteriormente, a sua aplicação em alguns pacientes hipnotizados. Na década de 1970, durante os anos que passei no Instituto de Neurologia da Universidade de Londres, no The National Hospital Queen Square, paralelamente ao estudo da neurologia, procurei conhecer as informações sobre hipnose médica que circulavam na Inglaterra.

Os temas são apresentados de diferentes maneiras nos diversos capítulos, objetivando o mais fácil aprendizado, isto é, a assimilação de informações com raciocínio crítico para suas aplicações com sabedoria e criatividade, relacionada a outros conhecimentos, possibilitando ao hipnólogo exercer sua especialidade com eficiência. Determinados assuntos e fraseologias reaparecem mais de uma vez na sequência dos capítulos.

A meta de Hipnose na Prática Clínica é proporcionar informações essenciais e orientar os procedimentos dos estudantes interessados pela hipnose diante dos pacientes, porém a melhor maneira para adquirir experiência no tratamento dos pacientes pela hipnose é praticando-a.

Espero que a leitura de Hipnose na Prática Clínica seja agradável, proveitosa, favoreça a criatividade, a prática e estimule a pesquisa.

Marlus Vinícius Costa Ferreira
Comentários
Sumário
1  Hipnose na Vida Diária, l
2  Modelos Conceituais e Natureza da Hipnose, 7
3  Características do Paciente Hipnotizado, 47
4  Comunicação Sugestiva — Tipos de Sugestões, 65
5  Defesas, Medos e Conceitos Errados sobre a Hipnose, 775
6  Aspectos da Comunicação Hipnólogo-Paciente-Hipnólogo, 737
7  Preparação do Paciente para o Tratamento pela Hipnose, 739
8  Facilitar a Hipnose, Sugestionabilidade e Suscetibilidade, 767
9  Perguntas e Respostas Relacionadas com a Hipnose, 779
10 Efeitos Secundários Adversos e Complicações do Uso Clínico da Hipnose, 203
11 Vamos Começar a Hipnose (Ajuste a Indução Hipnótica ao Paciente), 273
12 Como Terminar a Consulta Deixando o Paciente Alerta, 253
13 Respostas Motoras, Amnésia e Hipermnésia, 267
14 Analgesia e Anestesia por Meio da Hipnose, 277
15 Dissociação, Ilusões, Alucinações e Distorção do Tempo, 305
16 Como Relembrar e Revivificar ('Regressão de Idade'), 373
17 Respostas Psicoplásicas, Ansiedade e Manejo de Algumas Condições Clínicas, 329
18 Reprogramação Mental para a Superaprendizagem, 343
17 Hipnose para Aumentar a Autoconfiança e a Auto-estima, 367
20 Hipnose para o Progresso Individual, 373
21 Hipnose para Vencer a Depressão, 383
22 Hipnose para Dormir, 405
23 Hipnose no Tratamento da Enurese Noturna, Gagueira, Onicofagia, Chupar os Dedos, Sudorese Excessiva no Corpo e Rosto Corado, 427
24 Eliminar Fobias, 43 7
25 Terapia pela Auto-hipnose, 451
26 Técnicas para Permanecer Longe do Tabagismo, 489
27 Hipnoterapia para Permanecer Afastado das Bebidas Alcoólicas, 519
28 Informações sobre Obesidade e como se Tornar e Permanecer Esbelto, 563
29 Técnicas de Reprogramação Mental para Tornar-se e Permanecer Esbelto. Como Elaborar uma Fita Gravada ou um Disco Compacto (CD), 607
30 A Hipnose nos Transtornos de Estresse Pós-traumático, 649
31 Usuário Patológico da Internet, 659
32 Ser um Vencedor em Competições, 665
33 Hipnose em Pacientes Hospitalizados, 675
34 Aspectos da Hipnose em Odontologia, 695
35 Técnicas de Psicoterapia com Hipnose (Hipnoterapia), 703
36 Anexo A - Registro das Observações sobre o Paciente, 715
37 Anexo B - Aprender a Estudar, a Fazer um Exame ou uma Prova, 727
38 Anexo C - Hipnose para Dormir, 725
39 Anexo D - Permanecer Respirando Ar Puro, 729
40 Anexo E - Permanecer Afastado de Bebidas Alcoólicas, 755
41 Anexo F - Tornar-se e Permanecer Esbelto, 739
42 Anexo G - Superando o Diabetes Melito, 749
índice Remissivo, 757
Informações Adicionais
Livro NOVO.

Formato 25 x 18 cm

Editora Atheneu, 2ª Edição, 2012

780 páginas