O Lado Oculto das Coisas

O Lado Oculto das Coisas

Disponível: Sem estoque

Autor: C. W. Leadbeater

Livro Usado

o autor revela uma infinidade de fatores visíveis e invisíveis, favoráveis ou desfavoráveis, a que todo ser humano está inconscientemente sujeito, e ao mesmo tempo indica qual deve ser, segundo a circunstância, a sua reação inteligente e construtiva.
saiba mais
Descrição

Detalhes

'Oculto é o que está fora da percepção dos sentidos externos, porém que é perfeitamente perceptível e compreensível à interior inteligência espiritual, depois de se haverem desenvolvido e ativado os sentidos internos do homem'. (Dr. Franz Hartmann). C W. Leadbeater deste livro extraordinário, teve seus sentidos internos altamente desenvolvidos e é considerado um dos mais profundos ocultistas do* século vinte.

Desde moço ele se interessara pelo espiritismo e os fenómenos psíquicos, que no fim do século XIX empolgaram os maiores expoentes do mundo científico. Em 1883, após a leitura do livro O Mundo Oculto, de A. P. Sinnett, que lhe caiu nas mãos, encontrou-se com Helena P. Blavatsky e dela se tornou discípulo fiel. Leadbeater, que faleceu em 1934, dedicou-se, durante cerca de cinquenta anos, ao estudo e vivência do Ocultismo e de suas leis, numa época carregada de superstições, preconceitos e incompreensões de toda. a espécie, e legou à humanidade uma vasta literatura no género, a qual prima por sua objetividaâe científica e clareza didática.

O LADO OCULTO DAS COISAS é produto de muitos anos de seus meticulosos estudos da face oculta da Natureza, ou antes, segundo suas próprias palavras, 'de toda a Natureza, ao invés de apenas uma pequena parte dela, que é quanto alcançam as investigações da ciência moderna'. Neste livro, o autor revela, sobretudo, uma infinidade de fatores visíveis e invisíveis, favoráveis ou desfavoráveis, a que todo ser humano está inconscientemente sujeito, e ao mesmo tempo indica qual deve ser, segundo a circunstância, a sua reação inteligente e construtiva. Trata-se, sem dúvida, de uma obra altamente instrutiva e educativa, recomendável a todo educador e pesquisador, e digna de figurar em qualquer biblioteca para consultas e orientações.
Comentários
Sumário
Vista Panorâmica 
A Quarta Dimensão 
O Mundo Superior 
O Objetivo da Vida



PRIMEIRA SEÇÃO
INTRODUÇÃO

Capítulo I OCULTISMO

Capítulo II O MUNDO COMO UM TODO



SEGUNDA SEÇÃO COMO NOS SOMOS INFLUENCIADOS

Capitulo III PELOS PLANETAS Radiações
A Divindade do  Sistema Solar 
Diferentes Tipos de Matéria 
Os Centros de Vida 
A Influência dos Planetas 
Liberdade de Ação

Capítulo IV PELO SOL
O Calor do Sol
As Folhas de Salgueiro
A Vitalidade
O Glóbulo de Vitalidade
A Absorção de Vitalidade
Vitalidade e Saúde
Vitalidade, e não Magnetismo

Capítulo V PELO AMBIENTE NATURAL
O Tempo As Rochas
As Arvores    50
Os Sete Tipos
Os Animais
Os Seres Humanos
As Viagens

Capítulo VI
PELOS ESPÍRITOS DA NATUREZA   59
Uma Evolução à  Parte Linhas de Evolução
Superposição                           °4
Fadas            66
Tipos Nacionais                      66
Sobre Uma Montanha Sagrada na Irlanda 
Vida e Morte das Fadas 
Seus Passatempos 
As Fantasias do Reino das Fadas 
Sua Atitude Para Com o Homem 
Encantamento
Exemplos de Camaradagem    74
Espíritos da Agua                 74
Fadas da Água Doce              76
Silfos
Seus Divertimentos
Um Desenvolvimento Anormal                        80
Vantagens do Seu Estudo

Capitulo   VII
PELOS CENTROS DE MAGNETISMO  83
Nossas Grandes Catedrais Templos
Sítios e Relíquias
Ruínas           89
Cidades Modernas                  92
Edifícios Públicos                   93
Cemitérios     94
Universidades e Escolas Bibliotecas, Museus e Galerias Os Grandes Matadouros de Chicago Lugares Especiais As Montanhas Sagradas Os Rios Sagrados

Capitulo VIII PELAS  CERIMONIAS
A Hierarquia
Os Três Caminhos
Magia Cristã
A Missa
Ordenação
A Igreja Anglicana
A Música
As Formas-Pensamento
O Efeito da Devoção
Agua Benta
O Batismo
União é Força
A Consagração
Os Sinos
O Incenso
Serviços Fúnebres
Outras Religiões
As Ordens do Clero

Capitulo   IX PELOS SONS 
Som,  Cor  e  Forma Música Religiosa Música Vocal Música Militar
Natureza Na Vida Doméstica
Ruídos

Capítulo X PELA OPINIÃO PÚBLICA
Preconceito de Raça Preconceito Popular Preconceito Político Governo
Preconceito Religioso Preconceito de Classe Padrões  da  Opinião Pública Preconceito   de   Casta O Dever de Liberdade Métodos de Comércio Os Resultados da Fraude Preconceitos Contra a_s Pessoas A Influência dos Amigos Superstições Populares O Medo do Diz-Que-Diz-Que Um Aspecto Melhor

Capitulo   XI PELOS ACONTECIMENTOS OCASIONAIS
Um Funeral
A Destinação do Corpo Morto
Uma Operação Cirúrgica
Uma Conferência
Um Comício Político
Aglomerações
Uma Sessão Espírita
Um Comício de Revivescência Religiosa
Uma Onda de Patriotismo
Guerra Catástrofes

Capítulo XII POR  SERES  INVISÍVEIS
Pessoas Sensitivas 
Um Caso Notável 
Investigando a Visão 
Escrevendo um Livro


Capítulo   XIII NOSSA ATITUDE PARA COM ESSAS INFLUÊNCIAS
Conchas Protetoras
A Concha Etérica
Escudos
Uma Advertência
A Concha Astral
A Concha Mental
O Melhor Uso de uma Concha
Uma História Sugestiva
O Melhor Caminho




TERCEIRA SEÇAO
COMO NOS  INFLUENCIAMOS  A  NÓS  MESMOS 

Capítulo XIV POR NOSSOS HÁBITOS
Alimentação                                 ,
Licores Intoxicantes
Alimentação de Carne
O Fumo
Drogas
Higiene
Higiene  Oculta
Exercício Físico
A Leitura e o Estudo
Método e Perfeição
Leitura de Jornais e Novelas
A Conversação
A  Meditação


Capítulo XV PELO AMBIENTE FÍSICO
As Casas 
As Ruas 
Os Quadros
Curiosidades         234
Livros
O Mobiliário       236
As Jóias    236
Talismãs
Os  Objetos Que Trazemos Conosco 242
O Dinheiro242
O Vestuário         243

Capítulo XVI PELAS CONDIÇÕES MENTAIS247
Formas-Pensamento
Estados de Espírito
Pensamentos Que Se Repetem
A Paixão Amorosa
Flores   Não-Fecundadas  252
Ocultismo e Casamento
As Mudanças em Nossa Consciência

Capítulo   XVII POR NOSSOS DIVERTIMENTOS         256
Jogos Infantis      256
Esporte A Pesca Corridas de Cavalos       260
n T°8°      1%
O Teatro



QUARTA   SEÇÃO COMO NÓS INFLUENCIAMOS OS OUTROS

Capítulo XVIII PELO  QUE  SOMOS        265
O Inter-relacionamento dos Homens  265
O Dever de Felicidade   266
A Paz        271

Capítulo XIX PELO QUE PENSAMOS       275
O Reino do Pensamento
Os Efeitos do Pensamento       276
A Onda do Pensamento
A Forma-Pensamento      280
O Que Podemos Fazer Por Meio do Pensamento
A Responsabilidade Pelo Pensamento  286

Capítulo XX PELO QUE FAZEMOS 
O Trabalho Para os Pobres 
A Força do Mestre 
A Fabricação de Talismãs
Variedades de Talismãs           297
Desmagnetização
Fazer Bem as Pequenas Coisas           300
Escrever Uma Carta    301
O Trabalho Durante o Sono   305

Capítulo XXI PELO PENSAMENTO COLETIVO     309
Hinos e Rituais da Igreja        309
O* SoTekos5068
Efeito Sobre os Mortos          311
Salvar as Almas
Reuniões Teosóficas     313

Capítulo XXII PELAS NOSSAS RELAÇÕES COM AS CRIANÇAS   321
O Dever dos Pais      324
A Plasticidade da Infância      327 
A Influência dos Pais A Aura de  Uma Criança A Negligência dos Pais
A Necessidade de Amor         333
Educação Religiosa      336
Educação Física       

Capítulo XXIII PELAS NOSSAS RELAÇÕES COM OS REINOS INFERIORES      339
Os Animais Domésticos           339
Os Pássaros     340
As Plantas      341
Os Espíritos da Natureza        343
us nspirnos aã mtureza Jtj
As Coisas Inanimadas Que Nos Cercam         344
Um Navio       . 345
As Máquinas  346
Navios Fatídicos          347
As Pedras Empregadas nas  Construções          368
Enjoo  no Mar           349


QUINTA SEÇÃO CONCLUSÃO

Capítulo XXIV
OS RESULTADOS DO CONHECIMENTO Resumo O Futuro

Capítulo  XXV O CAMINHO DA CLARIVIDÊNCIA  359

ÍNDICE REMISSIVO       365

Livros Citados    381
Informações Adicionais
Livro Usado. Texto, gravuras e fotografias íntegros

Formato 21 x 14 cm

Editora Pensamento, 1ª Edição

381 páginas