O Ouro dos Deuses

O Ouro dos Deuses

Disponível: Sem estoque

Autor: Erich von Däniken
Um dos livros apócrifos, dos vários não considerados pelos teólogos e historiadores do cristianismo é o Livro de Enoque, o pai de Matusalém.
saiba mais
Descrição

Detalhes

O OURO DOS DEUSES
Com notável riqueza de elementos de formação e de análise, Erich von Dãniken volta neste seu novo livro ao exame de suas teorias e teses, resumidas na certeza de que, milênios atrás, astronautas alienígenas estiveram em nosso planeta e que nossos remotos antepassados os consideravam verdadeiros 'deuses'. O material fotográfico carreado para estas páginas constitui verdadeira documentação original, pesquisada em arquivos, laboratórios e em paisagens diferentes do globo terrestre, à luz de novas descobertas arqueológicas ocorridas nos últimos anos. Entre estas as feitas pelo brigadeiro Eduardo Jensen, do Chile, que fotografou, no Sul daquele país, marcações enormes em paredes rochosas oblíquas, círculos com raios dirigidos para dentro, estruturas ovais repletas de desenhos de xadrez, retângulos, setas e a figura estilizada de um homem de 100 metros de altura representando um robô, no deserto de Taratacar, no Norte chileno.

Este livro, portanto, poderia ser resumido como um elenco de material visual e documentativo sobre as teorias, especulações e pesquisas focalizadas pelo autor em suas obras anteriores, já publicadas pelas Edições Melhoramentos, o que se comprova pela riqueza das ilustrações apresentadas, 374 fotos, das quais 57 em cores. Este material documentativo se estrutura nas descobertas arqueológicas de data recente, às quais se acrescentam as de lucatã e de Palenque, no México a fortificação incaica de Sacsayhuaman, as de Damasco, etc., todas elas objeto de análises tecnológicas revestidas de originalidade surpreendente para demonstrar que o homem moderno se encontra diante de 'realidades mal entendidas'.

O exame do Velho Testamento, principalmente o Livro de Ezequiel, que teria descrito uma nave espacial, é objeto de novas especulações por parte de Erich von Dqniken, para responder às críticas feitas aos seus livros anteriores, críticas do teólogo suíço Prof. Othmar Keel, do Prof. Lindborg, de Fritz Dummermuth, de A. Guillaume, de W. Beyerlein, etc. Para o autor, tanto o Velho Testamento como os chamados Livros Sagrados, focalizam questões não simplesmente religiosas, mas questões que se inscrevem no âmbito, das técnicas, com o que parecem concordar alguns especialistas, como o Eng. Josef F. Blumrich, da NASA.

Um dos livros apócrifos, dos vários não considerados pelos teólogos e historiadores do cristianismo é o Livro de Enoque, o pai de Matusalém. Possuía Enoque sabedoria estranha para o seu tempo, como os relativos às órbitas solar e lunar, aos dias bissextos, às estrelas, à mecânica celeste e às determinações geográficas do Universo. Numerosos trechos desse livro são transcritos no novo trabalho de Erich von Dãniken. Da mesma forma são expostos os capítulos dos livros apócrifos de Esdras, que não constam no Velho Testamento. Todo esse material se soma para apresentar ao leitor um livro profundamente original e inquietante.

Comentários