Os Olhos da Esfinge

Os Olhos da Esfinge

Disponível: Sem estoque

Autor: Erich von Daniken

Livro Usado

Em Os Olhos da Esfinge, Dãniken retoma suas teses abordadas em Somos Todos Filhos dos Deuses: o desenvolvimento e as possibilidades futuras da tecnologia genética, comparados com as revelações de civilizações passadas.
saiba mais
Comentários
Sumário
Captado 1
Cemitérios de animais e túmulos vazios ..........................  7
Todo começou com Auguste Mariette — Onde estão os touros mumifica-: - Sarcófagos com múmias erradas — Tradições contraditórias — Quem foi Ornar Khayyam? — Uma pirâmide é encontrada — Corpos, Ka c Ba — Os mortos adormecidos — Milhões de animais envolvidos em bandagens — Caixas para os babuínos — Dança das múmias e magia dos — Animais na prancheta — Mâneto e Eusébio — duas testemu-- Seres híbridos até onde a vista alcança — Um modelo da ficção científica — Pseudotouros em túmulos falsos — O enigma do bebé ba-bmno.

Capítulo 2
O labirinto desaparecido.....................................................    63
De Saulo a Paulo — Quem foi Heródoto? — Maior que a pirâmide? — Maravilha após maravilha — Uma questão de crença? — Testemunhas oculares informam — O arqueólogo feliz — O que encontrou a Expedição Egípcia Real da Prússia? — Arqueólogos contra historiadores — Contradições em série — Um lago evaporado — Inspeção no local — O labirinto, um monte de escombros — Confusões labirínticas — Mentirosos da Antiguidade? — A última chance.

Capítulo 3
A Maravilha do Mundo anónima...........................................  103
Como surgiu o metro? — O Dr. Acaso está sempre presente — O grande silêncio — Construir pirâmides sem madeira? — Tempo, tempo! — O que informam as testemunhas oculares? — Mil e Uma Noites? — O balanço de Viena — Mergulhar e erguer — O concreto que conserva por milénios — Pirâmides enevoadas — Um sarcófago no lugar errado — Dois contrários: vaidade e anonimato — Papiro, desde que o Nilo flui — Pirâmides — paredes cobertas de textos — Tecnologia espacial e brinquedo — O que ainda é novo? — Astronautas no antigo Egito? — A lógica ilógica — Fiat lux! — Thomas Edison não foi o primeiro — Luz para o faraó — A magia das pirâmides — O efeito pirâmide — C.S.S.R. (República Socialista da Tchecoslováquia) — Patente n? 93.304 — Explicações para o inconcebível — Sugestões para o possível.

Capítulo 4
Os olhos da esfinge...........................................................  165
A gruta na rocha — Como se arromba uma pirâmide — Contradições — As emocionantes descobertas dos árabes — Novas passagens e câmaras — A fraude com Quéops — Quem foi o construtor? — Mais velhas que o Dilúvio? — Meu amigo Enoque — Milénios confirmados — Heródoto e 341 estátuas — O olho da Esfinge — O faraó desaparecido — Mortos adormecidos? — Da origem da ressurreição — A prova.

Bibliografia .................................................................... 209

Fontes das ilustrações......................................................... 214
Informações Adicionais
Livro USADO. CAPA DURA. Texto, gravuras e fotografias íntegros. 

Formato 21 x 14 cm

Editora Melhoramentos, 1989

215 páginas