Xenoglossia: Mediumnidade Polyglotta

Xenoglossia: Mediumnidade Polyglotta

Disponível: Em estoque

Autor: Ernesto Bozzano
R$20,00
Icone Calcular Frete Loading
PrazoValor

Livro Usado

O termo xenoglossia foi o professor Richet quem o propôs, com o intuito de distinguir, de modo preciso, a mediunidade poliglota propriamente dita, pela qual os médiuns falam ou escrevem em línguas que eles ignoram totalmente.
saiba mais
Descrição

Detalhes

O termo 'xenoglossia' foi o professor Richet quem o propôs, com o intuito de distinguir, de modo preciso, a medi unidade poliglota propriamente dita, pela qual os médiuns falam ou escrevem em línguas que eles ignoram totalmente e, às vezes, ignoradas de todos os presentes, dos casos afins, mas radicalmente diversos, de 'glossolalia', nos quais os pacientes sonambúlicos falam ou escrevem em pseudo-línguas inexistentes, elaboradas nos recessos de suas subconsciências, pseudo-línguas que não raro se revelam orgânicas, pelo serem conformes às regras gramaticais.

Não é aqui ocasião de nos ocuparmos com estes últimos fenómenos, que são de ordem sonambúlico--hipnótica e nada têm de comum com a 'mediuni-dade poliglota', como nada de comum apresentam com as manifestações metapsíquicas deste género, se bem aconteça que incidentes de 'glossolalia' se intercalem em genuínas manifestações supranor-mais, o que não é de causar surpresa, dado que não se poderão evitar as interferências subconscientes em qualquer ramo da metapsíquica, até que estejam mais bem conhecidas as leis psico-físicas que diferenciam os estados mediúnicos dos estados sonambúlicos.
Comentários
Sumário
Introdução            7
Casos com o 'automatismo falante'          13
Casos com o 'automatismo escrevente'          47
Casos por meio da 'voz direta'         141
Casos por meio da 'escrita direta'         177
Conclusão      201
Informações Adicionais
Livro Usado e bem antigo. Texto, gravuras e fotografias íntegros

Formato 19 x 12,5 cm

Editora FEB

210 páginas