O Enigma das Pirâmides

O Enigma das Pirâmides

Disponível: Sem estoque

Autor: Alvarez Lopez

Livro Usado

Talvez o principal mérito desta obra não seja tanto sua impecável e não pouco profunda abordagem do sempre fascinante tema das pirâmides do Egito e as questões referentes à sua construção, mas sim a introdução de uma análise rigorosamente científica...
saiba mais
Descrição

Detalhes

Talvez o principal mérito desta obra não seja tanto sua impecável e não pouco profunda abordagem do sempre fascinante tema das pirâmides do Egito e as questões referentes à sua construção, mas sim a introdução de uma análise rigorosamente científica, visando, à luz dos conhecimentos técnico-científicos de nossa época, elucidar quais os recursos reais que a Antiguidade tinha à disposição para a ereçao de monumentos tão surpreendentes. (Mão mais poderemos aceitar a tosca e ingénua afirmação de arqueólogos que descuidaram de sua formação em ciências exatas, ao sabermos, por exemplo, que os blocos de mármore do revestimento da Grande Pirâmide estavam 'normalizados' opticamente, segundo padrões que hodiernamente seriam considerados rigorosos. Para dar uma ideia desta tarefa, bastará dizer que o talhado óptico destes blocos de mármore, de 16 toneladas cada um, representa uma façanha comparável tecnicamente ao polimento do espelho do telescópio do Monte Palomar (EUA). Como o revestimento completo comportava 25 mil blocos, concluímos que os egípcios da IV3 Dinastia produziam em massa aquilo que a indústria moderna só produz artesanalmente.

Este e muitos outros exemplos da enigmática técnica usada pelos antigos egípcios (enigmáticos por não termos descoberto ferramenta alguma que permitisse tamanhas façanhas de indústria), são examinados com impecável rigor científico pelo Autor, internacionalmente conhecido e respeitado, que dirige o Instituto de Estudos Avançados da Universidade de Córdoba (Argentina), alicerçado por uma reputação científica inatacável.
Comentários
Sumário
Introdução  

CAPITULO I
ARQUEOLOGIA DAS PIRÂMIDES  11
Complexo piramidal 
Antiguidade das Pirâmides  15
As pirâmides e o culto vulcânico 20
A difusão das pirâmides 
Datação radioativa 
A finalidade das pirâmides  30
As sepulturas vazias  
A hipótese de Heb-Sed 
A Grande Pirâmide 40
CAPITULO II 
A PIRÂMIDE DE QUEFREN  49

CAPITULO III
TECNOLOGIA DAS PIRÂMIDES  61
Introdução  61
O transporte das pedras 68
O trabalho do ferro  72
O trabalho do granito  
As máquinas-ferramentas  77
Os trépanos egípcios 82
O trabalho do mármore 87
Orientação  92
A mensuração  
Goniometria 101
O relâmpago de Pochan  108
O calendário 110
Óptica  118

CAPÍTULO IV
A CIÊNCIA DAS PIRÂMIDES  123
O método científico  123
A evidência arqueológica 125
Ciência sagrada e ciência profana  131
A metrologia  140
O problema de Diodefres 144
Os números irracionais  149
Os sólidos de Arquimedes 155
A homogeneidade 159
As relações não-homogêneas 161
Os teoremas métricos  165
Metrologia racional 167
As dimensões da pirâmide 169
Papiros egípcios  174
Textos metrológicos 177
A Câmara do Rei  181
Considerações extemporâneas  192
A altura da pirâmide 193

APÊNDICES
I : ANÁLISE ESTATÍSTICA DA GONIOMETRIA EGIPCIA
Estatística das medidas  199
Erro de medidas de instrumentos não-ópticos (I) 200
Erro de medidas de instrumentos não-ópticos (II) 201
Erro de uma base meridiana demarcada  202
Possível erro instrumental egípcio (I) 203
Possível erro instrumental egípcio (II) 204
Possível erro instrumental egípcio (III)  206
Conclusão 207

II :OSTEOREMAS MÉTRICOS  209
Um novo teorema de análise dimensional e suas aplicações  212
Aplicação geodésica  212

II : OS RAIOS CÓSMICOS NA INVESTIGAÇÃO DAS PIRÂMIDES 217
Bibliografia 221
Informações Adicionais
Livro USADO. Texto, gravuras e fotografias íntegros. 

Formato 21 x 14 cm

Editora Hemus, 1ª Edição, 1978

230 páginas